Wednesday, June 06, 2007

Inferno

O terror encontra-se amedrontado
na esfinge do sentimento.
A introspecção da fuga quotidiana.

11 comments:

Senhora das Águas said...

nao entendi mt bem o sentido das tuas palavras.. mas bem.. senti me inspirada estou de violeta e a ouvir Goldfrapp :))) um abraço da conterrânea.

MagnetikMoon said...

A Esfinge imóvel com asas douradas nada teme:)

DarkViolet said...

Senhora das Águas:

Desconheço Goldfrapp. É um sentido proveniente do inferno :)


MagnetikMoon:

Bela representação da imagem;)Falta dizer que entre outras coisas que tudo abraça...

MagnetikMoon said...

Faz um movimento ascendente,quebrando o maçico de interrogações:)E voa,abraçando o infinito e amplo universo de um pensamento...

DarkViolet said...

MagnetikMoon:

Isto de pensamentos e sentimentos, por vezes não podem coabitar juntos;)

Twlwyth said...

Onde pairam os demónios deste inferno?

DarkViolet said...

Twlwyth:

Não se pode chamar demónio a estas formas de sentir ou senão podem assustar os anjos;)Tremer para poder entranhar...

Twlwyth said...

Entranhar o quê?

DarkViolet said...

Isso já é competência de quem deseja entranhar ;)

MagnetikMoon said...

Os pensamentos ganham vida,acaba sempre por existir uma espécie de sentir...

DarkViolet said...

a racionalidade e o sentimento ...hummmmm