Tuesday, July 24, 2007

Chiar

À toa ecoa a proa, baço ferro...
Lavra o manto descalço...
Mato rasgado, pousado na carruagem...

Chia cada instante perfumado...
Pequenas gotas de água
A espernear o sentido reticente...

Flutuam as pausas tilintadas...

7 comments:

MagnetikMoon said...

Sehr gut lol Aber warum liebst du so sehr dieser "Morgen"?... ;)

Ariel d'Angouleme said...

Este texto tem o seu quê de libertador...
Senti-me a rasgar um oceano imenso por momentos...

Abraço.

P.S: Logo à noite, no contagiarte, temos "andanças" novamente.
Porque o folk celta também liberta... ;)

DarkViolet said...

MagnetikMoon:

É quase inexplicável porque gosto de lacrimosa. E nó é só esta canção..Toca-me fundo na Alma.


Ariel d'Angouleme:

Eu rasgo pequenos lagos, por vezes somente gotas;)
Não devo ir mas gostei de ter ido

Twlwyth said...

Gotas de água curiosas..

DarkViolet said...

Twlwyth:

E águas geladas com temperatura ambiente de 40 graus?!LOL

Twlwyth said...

Arrepios de calor. :)

DarkViolet said...

LOL