Tuesday, January 29, 2008

Imagens

No percurso dos meus pés encontrei umas fotos espalhadas no passeio. Cativou-me o aspecto preto e branco da imagem. Algumas viradas ao contrárias, umas direitas, todas com aspecto de serem de longe. Disseco o tempo a observá-las sem as apanhar. O toque pode amedrontar e fazê-las retornar ao seu proprietário. Reviro os olhos em volta para observar se alguém está próximo enquanto no meu pensamento se figura a ideia que as fotos foram abandonadas, ou esquecidas, ou quiseram fugir. Parecem ter vida mesmo estando imóveis no meio do chão. Aninho-me junto delas, penetro os odores de outras paisagens. Misturas quentes de africa, rostos e tendas, árvores e rios. Não que seja um continente que me atrai, mas algo no meu coração fica crucificado.

5 comments:

un dress said...

a vida é tão pequenina...

tão provisória!





.beijO

Miosotis said...

Vim só para agradecer muito sensibilizada o teu olhar sempre atento em 'fragmentos'!

Momentos 'diferentes' me impedem de exprimir algo mais!

Até breve!
Um beijo

Twlwyth said...

As imagens levam-nos para longe.

Nanny said...

Fantástico como as memórias dos outros nos podem penetrar a memória...

Um beijo

DarkViolet said...

un dress:

Por vezes o pequeno torna-se enorme.


Miosotis:

hummm...Gostas assim tanto de áfrica? hummm


Twlwyth:

O longe que se aproxima, o que se aproxima e se aconchega


Nanny:

E assim se pode penetrar em outros sabores.