Saturday, March 01, 2008

Punição de Voar

Será proibição de sentir?
Será aniquilação de sorrir?
Letras cunhadas a mistério
Para misturar o perfumado nevoeiro...

Desfiar
Numa valsa
O aroma escrito;
A chama do fundir
Rebola na reflexão,
Num declínio,
Numa evaporação,
Num círculo rasgado no coração...

Desprotegida luz...
Desamparada escuridão....
Raios cavalgantes...
Voar!

4 comments:

un dress said...

também tu procuras

talvez

a

explicação

dos pássaros...



~

Nanny said...

Hummm voar... apetecia-me!

Beijooo

Miosotis said...

Mas hoje o teu poema agrada-me por toda a sensibilidade aí transbordada! Não acredito que seja apenas efabulação. Ou não quero acreditar [?!]

Estás sentido.. algo te magoa... e nesse 'desfilar de valsa' percorres vários estados d'alma que 'me' tocam!

Gostei sim, 'Dark_'! Bem longe dos teus olhares góticos sobre a poesia!

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!

... o tema musical é lindo! Não conhecia!

DarkViolet said...

un dress:

Os passaros voam para o temperaturas amenas


Nanny:

Os gatos tem asas?


Miosotis:

Existe sentimento nas palavras da "punição de voar"