Thursday, August 13, 2009

Nocturna Paisagem

Como são deliciosos os cristais com os chinelos nos pés. Até no consultório dos malucos se consegue saborear os pigmentos envidraçados, num prato floreado de divagações. O fumo alicerçado no edifício pode cair dentro do alguidar mas existe a loucura no trilho das janelas para espalhar o ruído surdo dos murmúrios. Enquanto isto na escuridão da noite caminha-se de chinelos com a ajuda duma bengala, toque de cantos dispersos provenientes dos atordoados candeeiros.

Imagem retirada da net - Autoria desconhecida

11 comments:

Mr. Lynch said...

DarkViolet;
Alucinante esta decrição de uma nocturna paisagem. Quase vejo a dança de uma sombra à luz difusa de um candeeiro de rua.
Excelente a imagem que escolheste para ilustrar este post.

Aмbзr Girℓ ⅞ said...

lindo. a figura, suas palavras, essa abstração. pensas com o coração... sentes com a forma mais bela de olhar. escreves com a alma mesmo.

Blog Suicide Virgin

Sérgio O. Marques said...

Finalmente descobri que os teus comentários afinal são pés nus.
Por um momento, de chinelos, já não são pés nus. Nem que seja ao som nocturno dos dormentes candeeiros, nem que seja de cristal.

Um Olhar said...

Pequeno, mas como sempre grande nas palavras e na qualidade.

Bjo

Fatima

Claudya said...

Lindo. Em poucas palavras, resume o melhor da discrição. bjs

Davi Machado said...

a cada palavra uma imagem proferida, uma evocação espiritual!
esta paisagem e este universo são luciferinamente santos!

Frankie said...

Principalmente no consultório de malucos, meu caro...
Os loucos são puros, menino, como essa noite escuro e imemorial :)

DarkViolet said...

Mr. Lynch:

E é tao bom quando o próprio Ser divaga nessa terna escuridão, onde as luzes são sombras de murmúrios


Aмbзr Girℓ ⅞:

A fluidez da corrente é necessária para o sentido da pureza tenha algo de novo a dizer e ser expresso, remoinhos


Sérgio O. Marques:

Está-se sempre a decobrir novas coisas por isso o Ser está constante mutação superficial.Os pés estão nus dentro dos chinelos :)


Um Olhar:

Grandes textos são para grandes escritores por isso fico pelos pequenos;)

DarkViolet said...

Claudya:

A descrição é um dos actos mais complicados na escrita mas eternamente belo


Davi Machado:

É necessária a mistura para dar asas as silhuetas do destino, aquele toque do inferno no iceberg do sol:)


Frankie:

Loucos observam o retalho esquecido pela memória enquanto escutam o zumbido das sombras na noite. Até são capazes de fazer trihos quando caem dentro do alguidar

MagnetikMoon said...

Esses candeeiros retalham as sombras, basta a Luz própria da Noite para acolher os passos:))

Magnetik*

DarkViolet said...

MagnetikMoon:

Os passos nocturnos tem um encanto próprio, mergulham sombras e murmúrios bem próprios do trilho desconhecido. a escuridão e a bengala dos sentidos