Friday, November 24, 2006

Frasco

Andais ao relento
De vaso em vaso...
Rebentais nas cinzas
Mortas de felicidade...
Procurais povoar pétalas
Nos círculos do tempo...
Caminhais com pés descalços
Em imaculados frascos...
Atravessais memórias enfrascadas
A perguntar os ouvidos esquecidos...
Tocais faces escondidas
Nas magias nubladas...

As viagens cobertas de sonhos,
Dos licores seguem perfumados,
A trotear essências internas...

2 comments:

missixty2000 said...

A foto está muito bem adaptada ao poema!Rebolar nas cinzas, morta de felicidade, não é muito bem o meu género, ehehe!! Mas deixai-as rebolar-se e aproveita rebola também.....ehehe

DarkViolet said...

missixty2000::

O frasco imaculado...