Tuesday, August 28, 2007

Orvalho de Lua

O tear, teia do esconderijo...
Reboco que atinge a miragem
Até ao infinito do reflexo...

A mão, visão do inalcançável...
A espessa abertura, os olhos...

Orifício fechado ao tempo...
Canal resguardado à tempestade...

O orvalho enche meu peito...
A Lua preenche o orvalho...

3 comments:

missixty said...

Está mesmo bonito, nem meteu punhais nem nada! :)))O orvalho é mais doce!
Adorei a imagem!

un dress said...

e se hoje


a lua cheia


beber


o

orvalho


...



!?

DarkViolet said...

missixty:

Os punhais estão guardados para escavar sepulturas...


un dress:

Então terá sabor dum lago com um recanto saboroso a tremer de desejos...