Monday, October 03, 2005

Butterfly

( Eric McCulley )
A cor a desprender dos lábios soltos, das asas arqueadas num arco-íris fumegante. De certeza que se pode ouvir as palavras soltas do tempo, da maresia, das folhas cheias de sentidos, dos ocos troncos nas falésias...Mas qual o sentido de tanta metamorfose?! A transfiguração apenas acontece em harmonia dos ramos que sobem para os céus... A evolução de riscos que marcam, de silhuetas embebidas em círculos, num nu que se afigura na luz. Avistar os arcos da lentidão estonteante.

1 comment:

Tita said...

Simplesmente muito bom....