Monday, June 22, 2009

Máquinas Infernais

Quando percorro o infinito chego perto do apocalipse, fantasma do véu colorido de nevoeiro a cobrir as estrelas em pura fermentação. O retrato de fogo pode abrir imagens pecaminosas quando somente soletram o pergaminho da folha dobrada no suspiro. A magia reunida das brasas da lareira, mausoléu dos demónios, as teias feitas do doce vento dilacera o dorso dos cometas de fogo enquanto as máquinas trituram o tempo num silencioso compasso.

11 comments:

Alisson da Hora said...

Triturar o tempo...que lindo conceito, junto ao mausoléu dos demónios...

=D

Lúcia Machado said...

...e que o abraço se propague e chegue até si...

:-)

Um abraço amigo

Gothicum said...

"Os dias talvez sejam iguais para um relógio, mas não para um homem."
(Marcel Proust)


...gostava de uma máquina do tempo...se gostava!

Abraços

Anjo vermelho said...

Suas palavras são tem um peso estrondoso... sao fortes e realmente belas de um forma meio sombria para mim.
confesso que adorei.

beijos

DarkSoul... said...

O caminho para o mais íntimo é sempre um longo périplo que passa por seres e universos....:)

V. said...

opa!
desculpe a demora de resposta...
creio q seria algo do tipo..."paz abalada"

seria uma frase pr definir o q é ser gotico (lembrando q é só uma opinião)

abraços..
Lee

DarkViolet said...

Alisson da Hora:

Também concordo. Aquels demónios que possuem asas de fogo, rasgam planaltos com o sopro:)Vitrais mágicos


Lúcia Machado:

Os abraços torturam o tempo a cada suspiro, trata-se somente de seguir o seu compasso


Gothicum:

Se alguma vez a tiveres poderás pensar que tens algo tao potente que nao tens poder para ires onde desejas ou a todos os lados. Os desejos são perigosos quando sao concretizados


Anjo vermelho:

As sombras tem que existir para transmitir algo além do quotidiano silencioso. Turbilhão do pequeno caos


DarkSoul...:

É preciso ser feito para tornar o Ser uma força energética que consiga rasgar o infinito, máquinas infernais num compasso próprio


V.:

Quase nada é certo, quaase tudo se resume a acertos contínuos.paz abalada ...hummm

Selenyum said...

A única maneira de ganhar, é usar bem o tempo.

DarkViolet said...

Selenyum:

O tempo tritura o apocalipse por isso é necessário fazer tal acto;"usar bem o tempo"

MagnetikMoon said...

A maquinaria e a ferrugem são alavancas da sabedoria: mecanismos que superam as loucas gincanas imediatistas.

Magnetik*

DarkViolet said...

MagnetikMoon:

O tempo está esgotado quando se ouve o barulho do silêncio. um esgotamento proveniente da loucura que faz alucinar e evoluir um turbilhão de fogo; o infinito das máquinas