Monday, February 05, 2007

Eutanásia

Pensei e repensei no assunto para chegar que a conclusão que porventura poderia chegar iria ser demasiada confusa dando cabo da minha mente. Esticaria minhas células até ao limiar da insatisfação, nunca mais poderia sentir o eco do alimento a retalhar o escondido som, esmagando os restos da minha insanidade. Estas linhas não me estão a ajudar nada e fico somente com uma certeza suspenso no elemento retido da Alma. “Who am my to disagree?” Abuse me...Crio a semente rasgada do olhar, não pergunto a cor do inferno nem em que ponto a brasa começou a existir e se no meu coração correm veias feitas de pó. Sim ou Não...A resposta está toda na pergunta não formulada, onde só ocorre a questão fundamental: legalizem que o feto tenha a oportunidade de poder praticar a eutanásia. Aí poderei votar com consciência tranquila porque o meu voto seria inútil.


P.S: O texto não é para ser levado a sério.

2 comments:

missixty said...

Porque é que o texto, não é para levar a sério? Só porque tens medo de expressar a tua opinião?? Se isso é o que pensas, força!Não te deixes levar pelo que dizem uma data de blogs, no qual incluo o meu! Mesmo eu votando sim, fica-me assim como um mal estar, é das tais vitórias que não dão alegria a ninguém.....

DarkViolet said...

missixty:

Devido a não ser uma reflexão directa e necesitar de ainda mais profundidade. Há alguém dá alegria isso não duvido