Monday, December 08, 2008

Fei

Inevitabilidade do último suspiro sabe sempre a infinito. Assim são as escadarias do feitiço; um rendilhado de veludos sempre a elevar-se em turbilhões excitantes. O balançar de cada subida ou descida, rasga o êxtase em fragmentos ínfimos de silhuetas, a santificar o inferno para dilacerar as teias. Os únicos Seres da purificação agrupam-se nos remoinhos deste prazer, dobrando, alinhando os pós, até o canto dançar sobre a viagem da pedra decorada, esculpida.
Quem arremessa o cordão à escuridão da ressurreição?
Se nesta divagação houvesse escadas, o cego não necessitava do cordão. O vislumbrar do arremesso poderá ser o incomparável desejo infiltrado nas masmorras.

7 comments:

Alisson da Hora said...

"Quem arremessa o cordão à escuridão da ressurreição?"

será que Lázaro queria ser ressuscitado? às vezes é melhor adormecer mesmo...enfeitiçado...

borrowingme said...

deixas-me sempre com a cabeça meia tonta... o que escreves, faz-me pensar e ponderar o que digo... mas na essência das minhas palavras, eu apenas escrevo o que aqui dentro sinto.

boa semana

Gothicum said...

"A humanidade divide-se em duas categorias: aqueles que se levantam tarde e aqueles que se levantam cedo."
(Achille Campanile)

...e aqueles que nada fazem à espera que um cordão os puxe para cima ou aqueles que têm o cordão e não o usam para salvar alguém. Abraços

bat_trash said...

O infinito que se bifurca na incerteza do destino.

Bat Kiss.

DarkViolet said...

Alisson da Hora:

Adormecer e acordar de vez em quando, na tentiva e na vontade


borrowingme:

Ou seja ficas tonta. São devaneios com misturas de feitiços, nada mais que isso


Gothicum:

Em todas as pessoas existe um pouco desse tipo de cordões, tudo depende da situação espaço-tempo


bat_trash:

Há sempre uma escadaria para ser percorrida, remoinhos de raios paar serem tocados...incertos quase sempre

MagnetikMoon said...

Tremem as paredes das escadas numa perfeita equação,as escadas tocam-se e elevam-se na textura que envergam,em silêncio...

Magnetikiss;)

DarkViolet said...

MagnetikMoon:

Os archotes que iluminam os Seres são abençoados quando descem para as masmorras, e de lá sobem em silêncio para tremerem o céu de ilusões