Sunday, April 01, 2007

Amo-te Lua...

Torci a Alma
Causando a ruptura,
Tropeçando na fractura…

Do tecto cai teias…
Moídas a pentear as veias…

Abano as tranças erguidas…
A força das asas bate.
A saia enrola-se nos olhos;
Os poros sulcam as marés;
Enquanto os dedos aninham-se
Nas pétalas da Lua…

Amo-te!



















Pequeno questionário:
http://home.att.net/~slugbutter/evil/
Resultado: Pure Evil

5 comments:

Twlwyth said...

Tens uma relação muito íntima com a lua.
Questionário: twisted (pelos vistos estou quase, quase, mas em momentos de decisão opto pelo que mais me convém).

DarkViolet said...

Fazer Amor com a Lua por vezes é melhor que fazer com o ser humano;)
Questionário: estás torcida ehehehe...Se isso fôr verdade quer dizer que precisas de um empurrão para a frente.

Twlwyth said...

E hoje é noite de Lua cheia. ;)

Miosotis said...

Gostei do teu intimismo com a Lua... e sobretudo de sentir q ela, a Lua, tem pétalas! Bonita imagem sem torcimentos d'alma! Ela, a Lua, ñ permite pq à sua luz, toda a verdade é desejada!

E hoje,mais uma vez, ela, a Lua, está lá! Tu sabes! Tu admira-la! Uma bela noite enluarada, límpida, luminosa, transparente!

Quem sabe estarás tu neste momento, a olhá-la pela vidraça, já q o frio q se faz sentir ñ permite q se abuse do relento!

Eu adoro a Lua, e adoro o Sol! Uma dicotomia absoluta, mas sem fronteiras! Complementar!

Mt sensibilizada pelo olhar bem afectuoso poisado em meu espaço!

bjs de uma lua transformada em miosótis

DarkViolet said...

Twlwyth:

E Ela espalha seus feitiços pela terra. ( Neste dia o perfume pinta as suas silhuetas nos pesnus)


Miosotis:


Adoro senti-la ao ar livre. Na gelada noite tem também um brilho especial. E se fôr com nevoeiro pouco denso aí fica maravilhoso. E no meio das árvores despidas com os galhos nus a misturar sombras...Convém é que o céu nao esteja completamente nublado...