Monday, April 23, 2007

Ò minha Senhora....

"Ò minha senhora...Ò minha senhora...é um menino nao é?"



Aglomerar o clandestino passageiro
Arrumado na comoção do desfiladeiro;
Pernoito a ouvir a paródia do gesto
A desterrar a fúria do relento...

Furto o corredor da inquietude
Escavando o cego território;
Eclodir ou esbanjar o nevoeiro?!
Vestir os trapos do esquecimento...

Amanheço o deserto madrugador
Timoneiro da rede, saqueador da sede
Cobiço o silêncio num infame túnel.
Resquícios da sombra esfaqueada...



Parei a minha escrita, um homem senta-se ao meu lado (87 anos) e diz-me os seguintes versos:



Diz-me lá ao cantadeira...


Que te prezas de saber


Onde estavas tu metida
E antes do teu pai nascer
Se fores uma cantadeira afamada
Deves-me já saber responder...

Minha mãe foi regateira
Vendia melões na praça


Se eu sou corno, tu és puta
Somos todos da mesma raça



Ele sai em Ovar, e eu sigo no comboio para o Porto.


3 comments:

missixty said...

Lá terás de cortar o cabelo, será uma pena, mas também não precisas de exagerar no corte!Uma coisa te digo, a senhora não devia ver lá muito bem, porque esquálido como és, nem para top model eheheh!!...., isso nem com silicone lá ía!!
Quanto ao velhote, devia ser fresco....vê lá senão te confundiu também com uma menina....
A foto foste tu que tiraste?? Está muito bem enquadrada, muito boa mesmo e o poema tem "sumo"..é que ás vezes é só casca....eheh
beijos miss

Twlwyth said...

Apetece-me vestir os trapos do esquecimento, mas não é para olvidar a tua escrita.
Seguiste um trilho povoado de acontecimentos. ;)

DarkViolet said...

missixty:


Vou rapar o cabelo todo. Era uma mulher com uma certa idade e estava um pouco longe de mim. AS mulheres nem todas sao top model:P
A foto foi tirada da net. Gostei dela, apesar de ter uma tabuleta a mais. Se fôr casca de limao, é bom;)


Twlwyth:


São trapos que podem ferir. O s acontecimentos apareceram à minha frente e eu fui tocando neles. Por vezes acontece-nos várias coisas, por vezes só o vazio ecoa na Alma.