Sunday, July 02, 2006

Cavalos Voadores

Não sei...Sei...
Somente há esperança
Em determindas linhas.
Os contornos da visão esquecida,
Um sorriso embriagado,a magia de trovões,
E a chuva miudinha do sentimento...
Sei...Não sei...
Pego no punhal, e solto-me dos sons muídos,
Perfurando a lareira de estacas...
Coragem de ir ás montanhas geladas...
Quero para poder viver...Quero o calor da vida...
As velas sacrificadas
irão fazer chover relâmpagos...
Sei...Sei...
Estou isolado nos cavalos voadores...

2 comments:

missixty2000 said...

Quero o calor da vida....pareceu-me mais o calor de um corpo!O calor da vida é muito mais que isso...
sobre o jantar confirma-me se sempre queres ir (msg)...prometo ir de sandalias...:)))

DarkViolet said...

Se calhar o calor da vida está onde nao se vê a vida.